segunda-feira, 7 de junho de 2010

E quando a gente acha que sabe a letra?


Isso acontece com muita frequência. Várias músicas que ouvimos são confusas de entender a letra. Isso acorre, na maioria das vezes, por falta de articulação vocal do cantor da música. Se for citar músicas em inglês teria uma lista, no topo o senhor Eddie Vedder. Aliás, eu passei anos da minha vida achando que tinha alguma "guitar" antes do refrão de Alive e fiquei muito surpreso quando descobri que ele diz "i'm glad we talked". Mas em inglês isso ocorre com mais frequência porque não é nossa língua principal.

Enfim, nas música brasileiras existem duas, que me recordo agora, que são campeãs de erros comuns que os ouvintes cometem. A primeira é Alagados do Paralamas do Sucesso. Vamos lá, cantem comigo o refrão, "Alagados, ...". Fica sempre a dúvida, o que o Hebert diz? A maioria das pessoas dizem "cristal", mas já ouvi, "sem sal", "sem sol" e a maior das pérolas: "frankstein"! A resposta certa é "Trenchtown", isso mesmo, "Trenchtown" que é a favela que nasceu o Bob Marley lá em Kingston, capital da Jamaica. Nesse caso o Hebert articula bem a palavra, o problema é que ela é mais difícil de nós brasileiros assimilarmos.

Em segundo lugar está a música "Noite do Prazer" do Cláudio Zoli. Vamos completar: "Na madrugada vitrola rolando um blues...". Pode parecer engraçado mas o que eu mais ouvi foi "trocando de biquini sem parar". KKKK! Mas na verdade é "tocando BB King sem parar". Isso mesmo, o mestre do blues! Nesse caso o Cláudio peca um pouco na articulação.

Quem costuma fazer muito isso é o Dinho do Capital Inicial, mas por excesso. As articulações exageradas fazem com que a gente não entenda o que ele diz. Por exemplo, a música "Todas as Noites" do Acústico MTV, tem uma hora que ele diz "num canto escuro pequenos goles de solidão" eu confesso que tive que ler a letra para entender esse "goles" aí.

Tem uma que virou clássica entre meus amigos. Aquela música do Rappa, "o show tá começando..." do Acústico MTV. Pois é, um grande amigo meu cantava "o soldado insano" e acabou virando o apelido dele.

E tem também aqueles casos isolados de "síndrome da velha surda". Na verdade eu acho que sofro muito disso. Mas vou falar de um caso muito engraçado de uma pessoa que estava no carro com as duas filhas pequenas e uma amiga e de repente começou a tocar "Bete Balanço" e na mesma hora essa pessoa mudou de estação. A amiga curiosa perguntou se ela não gostava daquela música e ela disse que gostava mas achava ela inapropriada para suas filhas. A amiga quis saber e ela disse: "Você nunca prestou atenção na letra? 'Quem vem com tudo não cansa, mete e balança meu amor, me avise quando for a hora'"! KKKK(2). E essa mesma pessoa contribuiu para o mundo com mais uma pérola. Vocês lembram da música Xibom Bombom, do grupo As Meninas? Pois é, nessa música tem uma parte letra que diz "Analisando essa cadeia hereditária, quero me livrar dessa situação precária". Pois bem, nossa amiga que sofre do mal da velha surda ouviu "Analisando essa cadeira, ela é de praia..." KKKK(3).

Mas eu também tenho uma pérola, existe uma música de rock que no final a pessoa canta "alguma coisa suavemente" e eu simplesmente ouvi "sua rinite".

Adcionando outra pérola, a música "Mila" do Jamil, que ficou famosa com o Netinho, lembra? "Ô mila, mil e uma noites de amor com você, na praia, no barco no farol apagado, num moinho abandonado...". Minha amiga de Vitória canta assim "ô miila, mil e uma noites de amor com você, na praia, no barco, no farol apagado, um gurila abandonado..."

Esses tipo de erros a gente sempre vai cometer, e são sempre engraçados. E você? Já cometeu esse tipo de erro? Coloque seu exemplo nos comentários para a gente rir um pouco!

Abraços e beijos.

9 comentários:

Ana Laura Cartaxo disse...

hahahahahahahahahaha... eu tbm sofro da síndrome da velha surda.. nossa, demais! Cara, Alagados é a pior. Cada um inventa uma palavra, eu idem. Choraaaaaaaaando de rir com o novo sucesso 'mete e balança'. Hahahahahahahahaha.. como assim?!?!?!? hahahahaha.. Agora, tem a clássica Só Love do Claudinho e Bochecha. Uma amiga minha JURAVA DE PÉS JUNTOS que era: Salário, salário, salário, salário! Sério, eu chorava de rir. E qnd eu perguntei, ela disse: Porque, é salada, salada? HAHAHAHAHAHAHA..

Waldir disse...

Aquela do Capital " sono leve desespero" - hehehehe. Na verdade, eh estou num leve desespero. Achei ate que você fosse me usar de exemplo, como de costume. Sou campeão nessa parada. Abraços, Waldir.

Thiago Bezerra disse...

É Waldir, tu tem a manha mesmo! É "SOB um leve desespero!" KKK!!!!

Gisella Baptista disse...

Ô gatão, você esqueceu de quando você cantava "eu queria ser uma bélia pra pousar na sua flor, a de amor, a de amor" ?!
Era muito engraçado!!!
Eu rolava de rir!!
Com certeza tem várias que eu não sei a letra, mas agora não consigo me lembrar de nenhuma...
Adorei o post!!
Vc deveria escrever mais aqui!!
Bjs
Gi

HenriqueS disse...

Essa do Paralamas eu só descobri o que era depois que começamos a tocar ela... mas eu sempre me perguntava: O que diabos é Trenchtown?
Antes eu pensava que era strange town, que ele cantava. Mas enfim, eu nunca sofri da sindrome da velha surda. Mas morro de rir do povo que tem isso.

Ana Laura Cartaxo disse...

Tem uma música que o meu filho jura que é: Chega na areiaaa.. Qnd na verdade é Ginga na areia. Como ele escuta muito bem, acho que o vocalista que não é muito bem articulado quando canta! Foda, né! rs

Ana Laura Cartaxo disse...

Caraca, acabei de ouvir outro exemplo.. A seguinte música:
"Lá no barracão tem sossego
Passo cedo, passo cedo"
(Rapunzel, da Daniela Mercury). Um amigo meu que eu não vou dizer quem é (o Marconi) disse que a música era: Lá no barradão do sossego! E mais, tem uma explicação: "Eu achei que era barradão por causa do Barra-Ondina." hahahaha.. "será se" ele tá certo? hahahahahahaha

Henrique disse...

hauhauhauhauhauuah @ALC

Gisella Baptista disse...

Ôu, vamos atualizar este blog mais frequentemente?
Estou querendo ler mais pensamentos dessa cabecinha!
bjs
Gi